Perda de Peso

 

Perda de Peso

O tratamento do excesso de peso deve iniciar-se o mais depressa possível. É imprescindível proceder a uma exploração médica completa, clínica e analítica, para assegurar o bom estado de saúde do paciente ou para detectar complicações como hipertensão, excesso de colesterol, etc. ou causas médicas relacionadas a obesidade.

A história clínica orientará o médico sobre as dificuldades apresentadas pelo caso. O excesso de peso é causado devido ao consume de alimentos com alto poder caloric superando a capacidade do organism de queimar ou consumir. Logo, a base de toda a dieta é comer alimentos contendo uma energia inferior à que o organismo possa queimar.

Como informação geral temos:

A energia dos alimentos, é medida em unidades ditas calorias. O poder calórico dos três princípios nutritivos fundamentais (hidratos de carbono ou açúcares, gorduras e proteínas) é:

• Um grama de hidratos de carbono ou glícidos ou açúcares equivale a 4 calorias.
• Um grama de lípidos ou gordura equivale a 9 calorias.
• Um grama de proteínas equivale a 4 calorias.

E um grama de álcool etílico proporciona 7 calorias. Baseado nestas informações seguem abaixo algumas dicas gerais a quem procura perda de peso:

1. Coma a cada 3 ou 4 horas;
2. Mastigue bem os alimentos e coma devagar, de preferência sentado;
3. Coma frequentemente verduras cruas e cozidas no almoço e jantar;
4. Coma de 3 a 5 porções de frutas por dia;
5. Não repita o prato nunca;
6. Não coma vendo televisão;
7. Não consuma frituras e preparações muito gordurosas;
8. Não faça compras no supermercado com fome.
9. Pratique atividade física 5 a 6 vezes na semana;
10. Cuide do seu estresse,pratique atividades físicas aeróbicas pelo menos 3 vezes por semana;
11. Não coloque metas de perda de peso muito difíceis de serem alcançadas. O correto é perder peso aos poucos. Assim elimina peso com saúde, fica mais fácil de manter o peso e você não se frustrará caso não consiga chegar no seu objetivo.

Poucas são as pessoas que obtém sucesso com mudança de dieta e hábitos de vida, contudo, algumas conseguem perder peso e mante-lo. Considera-se a perda de peso real quando ela se mantém pelo período mínimo de 2 anos.

Por outro lado, o tratamento cirúrgico com redução gástrica está indicado em pacientes com índice de massa corporal (IMC) superior a 35 kg/m2 (peso em kilogramas dividido pela altura em metros ao quadrado), que já tentaram emagrecer de diversas formas e mantém o mesmo peso por pelo menos 2 anos, não obtendo sucesso; e apresentam pelo menos duas co-morbidades como: osteoartrose, hipertensão arterial, diabetes mellitus, apnéia noturna do sono, hipercolesterolemia, hipertrigliceridemia, esteatose hepática entre outros. Quando o IMC encontra-se acima de 40 kg/m2 o tratamento cirúrgico já esta indicado.

Consulte o seu médico para obter maiores informações a respeito das opções cirúrgicas e das melhores indicações. Atualmente elas são realizadas por laparoscopia (cirurgia onde não se realiza corte único e sim pequenos cortes, 5 no total, de 5 mm), durando cerca de 90 minutos e o paciente tem alta no segundo dia após a cirurgia. Segue-se então uma dieta especial orientada pelo seu cirurgião pelo período de 20 a 30 dias. A perda de peso obtida com a cirurgia é sustentada variando de 20 a 50kg no primeiro ano de acordo com o peso inicial do paciente.

A médio prazo os resultados são excelentes e o paciente permanece com o peso baixo por vários anos, período no qual deve ser acompanhado pelo cirurgião de confiança e deve seguir orientações de hábitos de vida saudáveis como a realização de atividades físicas frequentes e hábitos alimentares corretos.

Dr. Vladimir Schraibman

Graduado em Medicina pela Universidade Federal de São Paulo, com mestrado e doutorado em Ciências Médicas pelo Departamento de Cirurgia da Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina, Dr. Vladimir Schraibman é especialista em cirurgia geral, gastrocirurgia e orientador de Cirurgias Robóticas da área de Cirurgia Geral e do Aparelho Digestivo do Hospital Israelita Albert Einstein (Proctor Intuitive Robotic System) e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Videolaparoscópica (Sobracil). É médico colaborador do Setor de Fígado, Pâncreas e Vias Biliares do Departamento de Cirurgia da Universidade Federal de São Paulo, além de integrar o corpo clínico do Hospital Albert Einstein. Tem diversos artigos publicados em revistas e jornais científicos do Brasil e do exterior, além de intensa participação em congressos nacionais e internacionais.


Especialidades: